Ruínas Históricas de Jacuhy – Jacuí-MG (( Click )) e Conheça Fotos e a História

Em meados do século XVIII, o Governador de Minas Gerais, Luís Diogo Lobo da Silva, decidiu realizar uma expedição para expulsar os paulistas que tinham apossado de diversas terras de Minas Gerais. Para tanto, organizou uma expedição aparatosa, com oficiais de patentes, e soldados bem armados, juntamente com a companhia do ilustríssimo inconfidente Cláudio Manoel da Costa. Chegaram à região dos Sertões do Jacuhy no dia 24 de setembro de 1764, permanecendo por alguns dias. Nesse período, publicou ordens e decisões, estabelecendo posse mineira desta região, que antes pertencia à Capitania de São Paulo segundo o Auto de Posse da Câmara de Jundiahy referente ao ano 1761.

Dentre suas decisões, a mais importante foi a de criar um destacamento especial para policiar as atividades da mineração e os caminhos que por ali passavam. Sendo assim deixou uma patrulha no local, formada por um cabo de esquadra e dois soldados.

O cabo se chamava Antonio Silva Lanhoso. Esse local hoje é conhecido como as Ruínas Históricas de Jacuhy, que se localiza mais ou menos a dois quilômetros da cidade, na propriedade do Dr. Jamil Simão.

As ruínas foram descobertas no ano de 2003 e, desde então, pesquisas e estudos vem sendo realizados no local, através do apoio das seguintes instituições: Laboratório de História da Fesp (Fundação de Ensino Superior de Passos), com a coordenação do professor Dr. Antônio Theodoro Grilo; da Prefeitura Municipal de Jacuí; da Sociedade Amigos de Jacuí-SAJ – Centro de Desenvolvimento Sócio-Cultural, e da Associação dos Historiadores e Pesquisadores dos Sertões do Jacuhy.

As ruínas se compõem de várias construções interrelacionadas. Em primeiro lugar, encontra-se a mina, o local onde se fazia a mineração propriamente dita, desmanchando os barrancos, lavando-se e bateando-se o cascalho à procura do ouro. Pela margem esquerda, acima, existem ruínas de quatro grandes muralhas que convergem, no alto, para o conjunto principal de edifícios. Estes incluem três cômodos, uma área cercada, uma escada de acesso e duas áreas adjacentes.

O local recebeu o nome de Sítio do Lanhoso, em homenagem ao Cabo Lanhoso. E constitui parte essencial da história dos Sertões do Jacuhy, ou seja, da história de nossa cidade e de nossa região.

Historiadora: Renata Aparecida Silva

Categoria: Ruinas Históricas de Jacuí.

Bookmark o permalink. Deixe um trackback: Trackback URL.